27 de mar de 2015

Supercordas

O santo graal da física tem sido desenvolver uma "teoria do tudo", uma teoria que combinasse a relatividade geral e a mecânica quântica em uma. Talvez a ideia mais promissora atualmente seja a chamada Teoria das Supercordas. Nela, cordas vibrantes, não partículas em forma de ponto, são os constituintes fundamentais. A diferença de ressonância das cordas cria as diferentes partículas que vemos. Cada corda é inimaginavelmente pequenas, algo como 1020 ou 100 bilhões de bilhões (sic) de vezes menor que um próton, e pode vibrar somente em um espaço-tempo consistindo de 10 dimensões. Físicos e Cosmologistas terão que esperar para ver se a teoria das supercordas terminará sendo a teoria do tudo. Suas predições terão de ser verificadas, afinal, ou será apenas uma outra bela teoria que irá cair por terra. Bem, ao menos eles encontraram algo que parece valer a pena perseguir.



Fonte: Stephen's Hawking Universe - Strange Stuff Explained (BBC/PBS)

0 comentários:

Postar um comentário

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- Ofensas pessoais, ameaças e outros tipos de insultos não são permitidos;
- Não se preocupe em enviar trackbacks, os backlinks são automáticos.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More