Artigos Recentes


10 de abr de 2015

O Big Bang


Basicamente pode ser descrito como o início explosivo do Universo. Ela baseia-se na ideia de grandes estrelas da cosmologia. O primeiro era um clérigo católico, Georges Lemaitre. Ele pensava que o Universo estava em um contínuo movimento de afastamento, isso faz-se ver que ao voltar-se ao passado, sua ideia sustentava que nos primórdios do universo toda matéria e energia estavam concentradas em um único ponto, até que houve uma explosão que desencadeou uma expansão do Universo.  Isso origina o nome Big Bang.

A Teoria da Relatividade apresentava uma ideia de expansão, o que fez que Albert Einstein, acreditando inicialmente em Universo estático, adicionasse uma constante, a Constante Cosmológica. Posteriormente considerou isso como um de seus grandes erros.
O outro responsável pela teoria foi Edwin Hubble, por suas observações e sua lei que relatava com mais precisa este afastamento do Universo.
A teoria, em certo ponto, não descreve completamente o início das galáxias, pois o máximo que se sabe é alguns décimos, ou milésimos de segundo, após o início. Ela ainda não define o que teria iniciado este processo de separação. 

Fonte: Stephen's Hawking Universe - Strange Stuff Explained (BBC/PBS)

A Lei de Hubble


Por volta de 1920, ao observar o céu pelo gigantesco telescópio de MT. Wilson, o astrônomo Edwin Hubble percebeu um fator interessante nos espectros de luz das galáxias quando comparava com as distâncias estimadas. Percebeu que as galáxias quando em movimento de afastamento emitiam luz avermelhada, como explica o Efeito Doppler. Isso o fez pensar que a velocidade era diretamente proporcional a distância e o fez chegar a conclusões que levaram a ser criada a Lei de Hubble e também o Big Bang, uma das principais teorias sobre a origem do Universo.

Fonte: Stephen's Hawking Universe - Strange Stuff Explained (BBC/PBS)

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More