28 de mar de 2015

Espectroscopia e Desvio para o Vermelho (Redshift)

Mais do que qualquer coisa, decompor a luz de objetos celestiais em suas cores constituintes tem ajudado à compreendermos o universo. Um espectro pode contar aos astrônomos sobre a composição de um objeto, quão quente ele é, quão rápido está a mover-se, e também outros importantes atributos. A Espectroscopia tem revelado uma grande abundância de hidrogênio e hélio no universo, fornecendo suporte observacional para a teoria do Big-Bang e mostrou relativos acúmulos de outros elementos sendo 'cozinhados' nas estrelas.
Também importante, a espectroscopia tem mostrado a expansão do universo. Quando um objeto move-se para distante de nós, as linhas em seu espectro são deslocadas para comprimentos de onda mais longos (distantes), ocorrendo proporcionalmente à velocidade do objeto, sendo o fenômeno denominado desvio para o vermelho (redshit). Edwin Hubble inicialmente que o espectro de quase toda galáxia é deslocado para o vermelho e quando mais distante na galáxia, maior será o redshift. Dessas observações, cosmologistas deduziram corretamente que o universo está expandindo.

Fonte: Stephen's Hawking Universe - Strange Stuff Explained (BBC/PBS)

0 comentários:

Postar um comentário

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- Ofensas pessoais, ameaças e outros tipos de insultos não são permitidos;
- Não se preocupe em enviar trackbacks, os backlinks são automáticos.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More